UP! 2018

Lançado no início de 2014 com atualizadíssima concepção, o pequeno carro da Volkswagen acaba de receber a primeira revisão estética. Apresentado como modelo “de entrada” pela marca, não recebeu a merecida atenção do público comprador. Talvez devido ao seu estilo discreto e limpo, sem espalhafatos ou qualquer concessão estética, o up! chegou ao final de 2016 apenas na 13a posição entre os automóveis mais vendidos do país. Nem mesmo a adoção do maravilhoso motor turbo TSI em maio de 2015 atraiu o comprador para esse carro tão interessante, elegante em suas linhas puras e racionais, muito distante do que mostra a média do mercado.

Talvez daí mesmo tenha vindo a motivação da Volkswagen para mexer no estilo de um modelo de lançamento tão recente, introduzindo pequenas mudanças externas, desnecessárias, mas que certamente chamarão mais atenção para o carrinho. A segunda estratégia assumida pelo fabricante foi dar uma “promoção” ao modelo, realinhando preços e versões de modo a deslocá-lo do posto de carro “de entrada” (que passa a pertencer ao Gol) para “compacto premium”. Aparentemente contraditória, a decisão deverá dar frutos, já que, segundo a mentalidade média do comprador brasileiro, com as modificações o up! terá deixado de parecer “um carro pobre” – ou, em última instância, “um carro de pobre”.

 

     

take up! e move up!, as duas únicas opções com motor aspirado na linha up! 2018.

 

A reorganização da gama levou à retirada de linha do modelo de três portas e das versões black up!, red up!, white up!, speed up! e Track. Em paralelo, as versões cross up! e high up! passaram a ser equipadas somente com motor turbo TSI (take up! e move up! permanecem com motor aspirado, o último também com opção TSI). Nada foi alterado na mecânica.

O estilo segue o modelo europeu, lançado no ano passado. O carro vem com novos para-choques, agora comuns a todas as versões (com eles, o comprimento total aumentou 84 mm, 72 dos quais no balanço dianteiro). Também mudaram os faróis, agora mais afilados, as lentes das lanternas traseiras (com novo padrão) e o desenho das calotas e das rodas de liga. O vão entre o capô e o para-choque dianteiro, correspondente à grade, ficou mais largo e recebeu um ou dois frisos, dependendo da versão.

Internamente, toda a família ganhou novo volante multifuncional, painel parcialmente redesenhado, quadro de instrumentos iluminado a leds e conta-giros maior e mais legível. O aparelho Maps & More que concentrava as funções de computador de bordo e GPS, antes montado sobre o painel, foi abolido e substituído por um aplicativo para celular. Ao se abrir o aplicativo, a tela do smartphone recebe a tela multimídia (de 5″) do sistema de áudio, reproduzindo os ícones dos recursos disponíveis: GPS, monitoramento de condução econômica, computador de bordo, réplica do conta-giros e do termômetro de água e registros pessoais (contatos, endereços, etc.).

 

     

cross up! 2018.

 

Visualmente, a principal diferenciação entre as cinco versões se dá na parte central do para-choque dianteiro: na cor da carroceria para os carros com motor aspirado (take up! e move up!); prata para o cross up!; e preto para as versões TSI (inclusive move up!). Também diferentes, em função da versão, são a tampa traseira (pintada de preto nos carros turbo, inclusive cross up!); os filetes na grade (um preto no take up!; cromado no move up! aspirado e no cross up!; e dois, um deles vermelho, nas demais versões TSI); e o friso cromado na borda inferior da tampa traseira (no cross up! e high up!).

Comemorando a apresentação da linha 2018 a Volkswagen lançou a série especial Connect. Tomando por base o move up!, traz itens inéditos no modelo, tais como faróis de neblina acompanhando as curvas, sensores de chuva e faróis e opção de teto e retrovisores na cor preta.

 

Série especial move up! connect.

 

 

 

Google GmailFacebookTwitter




Google GmailFacebookTwitter